A nova “religião” do Estado, segundo o Ministério da Educação

Em Portugal, hoje em dia, há mais liberdade para uma criança recusar o sexo com que nasceu, do que para recusar os conteúdos eminentemente ideológicos que o Estado lhe pretende impor na escola. Faz sentido? Artigo de opinião de José…

Comentários desativados em A nova “religião” do Estado, segundo o Ministério da Educação