Online gambling

CARTA AOS EX-PRESIDENTES DA REPÚBLICA

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

A Plataforma-RN enviou no dia 1 de Setembro, aos ex-Presidentes da República (Gen. Ramalho Eanes, Dr. Mário Soares e Dr. Jorge Sampaio) um fax nos seguintes termos:

“Ex.mo …,

Os pais portugueses reunidos na Plataforma de Resistência Nacional requerem a sua ajuda num assunto de máxima gravidade.

  1. Todos os portugueses são precisos para devolver Portugal ao lugar que lhe pertence no concerto das nações. Um líder que ama o País que serve, sabe-o bem. E por isso une, convoca, e arrasta todo o país.

  2. Um líder que reincidentemente lança questões fracturantes, divide, desune, cria discórdias públicas e privadas. E, por isso, desmoraliza, desgasta e neutraliza o potencial criativo do seu povo.

  3. Um líder que lança fracturas parece muito menos interessado em cumprir uma missão nacional do que centrado em distrair a opinião pública, talvez cuidando da própria conveniência  e seus servidores.

  4. Quem divide para reinar não une para servir. Prescinde de um país unido e de um objectivo comum. É um anti-líder. Pode um anti-líder ser um amigo para o seu país?

  5. Todo o conteúdo científico (e muito mais do que isso) em torno da reprodução humana já está tratado em diversos módulos de várias disciplinas ao longo da escolaridade obrigatória.

  6. Pretendem alguns parlamentares impor, sob a aparência da formação científica, a sua visão particular do homem e do mundo nas escolas portuguesas a pretexto do combate à gravidez adolescente e às infecções sexuais.

  7. Pediu-se ao Parlamento a prova de que essa visão do homem, do mundo e da sexualidade conduz a menos doenças sexuais e gravidezes adolescentes. O Parlamento não fez a prova.

  8. Pediu-se ao Parlamento que indicasse ao menos um só país onde tal modelo estivesse a ser usado. O Parlamento não indicou.

  9. Pediu-se ao Parlamento a demonstração científica de que este modelo de educação sexual vai diminuir a gravidez adolescente e as doenças sexuais. O Parlamento não demonstrou.

  10. Apontou-se ao Parlamento a solução que agrada a todos: oferecer o seu modelo como opção, e assim garantir a liberdade de escolha. O Parlamento recusou.

  11. Os que hoje instrumentalizam o Estado para impor a todos as suas cosmogonias subjectivas são os mesmos que ontem criticaram o Estado Novo por instrumentalizar o Estado impondo uma cosmogonia pessoal a todas as crianças de todas as escolas.

  12. Por tudo isto, na sua qualidade de ex-Presidente da República, VIMOS SOLICITAR UMA AUDIÊNCIA para podermos ouvir da sua larga experiência política tudo quanto entender por bem transmitir-nos no sentido de nos ajudar a fazer valer os nossos direitos.

Fax enviado ao Dr. Jorge Sampaio

Fax enviado ao Dr. Mário Soares

Fax enviado ao Gen. Ramalho Eanes

 

Newsletter


Videos em destaque