Online gambling

Ferreira Leite: Não traço caminhos só com base em cálculos eleitorais (JN)

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

 

(...)

A Educação Sexual nas escolas merece a sua aprovação?

Merece com duas condicionantes: que não seja obrigatória e que não seja a partir de uma idade muito tenra. Obrigatória a partir dos 9 anos, estou contra.

E a distribuição de preservativos?

Todo esse tipo de coisas deve ser facultativo. Acho um erro, do ponto de vista de valores da sociedade, que retiremos à família o papel que deve desempenhar. Ser o Estado que se intromete a regular e a estabelecer quais são as orientações de educação que cada um quer dar ao seu filho, acho profundamente errado.

O Estado não pode ignorar que somos o segundo país da Europa com a mais alta taxa de adolescentes grávidas.

E os pais também não podem esquecer isso. Os pais que não queiram que os seus filhos sejam iniciados nos conhecimentos sobre educação sexual sem ser por eles próprios estão no seu direito de o fazer. Não podem os alunos obrigatoriamente fazer isso na escola através de professores que podem não ser aqueles que orientam as coisas da forma que os pais querem.

 

 

Notícia completa em: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1249190

 

 

Newsletter


Videos em destaque